Carnaval

Carnaval

Fantasias, confetes e serpentinas em quatro dias de muita alegria e diversão: este é o Carnaval, a festa mais popular do Brasil! Antes de curtir estes dias de folia, vamos conhecer um pouco mais sobre essa festa...

Origem e história
O carnaval tem origem nas celebrações da colheita dos povos da Antiguidade. Chegou até o Brasil através dos portugueses e aqui chegou para ficar, pois combina com o ritmo alegre e festeiro dos brasileiros.
Há relatos de historiadores que já no século XVII já existia o carnaval por aqui. Eram festas com caráter bem popular, com características do entrudo, ou seja, festa que se realizava antes da quaresma. Não havia máscaras ou fantasias, a brincadeira consistia apenas em jogar farinha e água nos participantes. As famílias mais ricas também brincavam, mas na segurança de seus lares.
Antes das escolas de samba vieram os bailes de salão, aí sim, contando com máscaras e fantasias que foram ficando mais sofisticadas com o tempo. O primeiro baile de carnaval em nosso país ocorreu em 1840, no Rio de Janeiro, é claro!
O primeiro desfile de rua aconteceu em 1855, com um grupo formado por oitenta foliões, a maioria fazendo parte da alta sociedade carioca que romperam a tradição e foram às ruas com máscaras, fantasias, música e muitas flores.
Já a primeira escola de samba que se tem notícia surgiu no bairro de Estácio, Rio de Janeiro. Chamava-se “Deixa Falar” e primeiramente não tinha concorrentes, mas isso não durou muito, pois em 1923, três escolas concorreram: Deixa Falar, Vai Como Pode e a Mangueira. A vencedora foi a Vai Como Pode, mas para ninguém se decepcionar, todos ganharam troféus.
Em 1950 chega a era do trio elétrico. Tudo começou na Bahia com uma dupla que ficou na história do carnaval baiano: Dodô e Osmar, que resolveram reformar um Ford antigo e sair às ruas na caçamba, tocando músicas com som amplificado. Imaginem se não foi o maior sucesso! Daí em diante os trios elétricos só cresceram e tomaram conta principalmente do nordeste.
Fantasias e Máscaras
As máscaras e fantasias sempre deixam a bricadeira de carnaval ainda mais divertida. Existem as tradicionais como a Colombina, Pierrô e Arlequim que são personagens que tem origem na comédia italiana. O Pierrô é sentimental, romântico e apaixonado pela Colombina, que tem sempre característica sedutora e volúvel, não cede às declarações de amor do Pierrô e é amante do Arlequim, que representa o palhaço, sempre com ar cômico.
Existem muitas que são mais populares são as de super-heróis, palhaço, caveira, etc.
Carnaval no Brasil e no mundo
No Brasil, há uma diversidade de ritmos no carnaval, a começar pelo sudeste, onde no Rio e São Paulo predomina o samba com os desfiles das escolas de samba até o nordeste com o frevo, axé, maracatu, afoxé, forro, entre outros.
Conheça a história das escolas de samba no Brasil.
Em várias partes do mundo também se festeja o carnaval, apesar de não ser tão divertido como aqui. Nos Estados Unidos, por exemplo, o desfile com fantasias simples, mas divertidas acontece somente na terça-feira, que é chamada de “terça-feira gorda”.
Na Alemanha a festa mais tradicional é a da cidade de Bonn, onde ocorrem desfiles com pessoas fantasiadas e não pode faltar as máscaras, pois a brincadeira é fingir que o diabo fica solto e as pessoas têm que usar máscaras para esconder seus rostos.
No Japão há um carnaval muito animado também, tem até escolas de samba, mas só que por lá a festa é só em agosto.
Curiosidades
O povo gosta tanto de carnaval que fazem a festa até mesmo fora da época. Essas festas são chamadas de "micareta" e começaram em Feira de Santana (BA). Ocorreu que em 1937, chuvas torrenciais adiaram o Carnaval oficial da cidade para depois da Semana Santa. O sucesso foi tão grande que logo passou a acontecer anualmente.
(fonte: Guia dos Curiosos)


Dicas de sala de aula