Biodiversidade

Biodiversidade

Plantas, animais, microorganismos. Você já imaginou quantos deles existe no mundo? E quantos estão em extinção? Pois se ainda não pensou, vamos começar a refletir sobre isso agora!

A palavra biodiversidade representa a grande variedade de seres vivos que encontramos no
planeta. Têm um sentido bastante amplo, pois não
se trata somente de “contar” as espécies já catalogadas pelos especialistas, mas sim considerar todas as formas de vida que existem no planeta, os genes contidos em cada um desses indivíduos e também as inter-relações existentes entre as
diversas espécies.

Mas, podemos também falar em números… Apesar de não saberem ao certo, os cientistas estimam que sejam 10 e 50 milhões de espécies diferentes de vegetais e animais no mundo inteiro. Muita coisa, não!?!?!

O Brasil é privilegiado!

É consenso entre a comunidade científica internacional que o Brasil é o país da megadiversidade, isso porque 20% das espécies conhecidas estão por aqui. Temos uma riqueza imensurável de recursos naturais! Água abundante, solo rico, e biodiversidade… Além de ser motivo de orgulho, deve também representar muita responsabilidade para preservar tudo isso.

Falando em preservar…

Cada vez mais percebemos os efeitos da irresponsabilidade humana na preservação do meio ambiente e isso fica bem evidente quando estamos falando de biodiversidade, que está ameaçada em função de vários fatores: poluição, o uso abusivo dos recursos naturais, expansão urbana e industrial, caça predatória, desmatamento, entre outros fatores fazem com que muitas espécies estejam na lista de extinção. Segundo estatísticas publicadas pela ONG WWF-Brasil, “a cada ano, aproximadamente 17 milhões de hectares de floresta tropical são desmatados. As estimativas sugerem que, se isso continuar, entre 5% e 10% das espécies que habitam as florestas tropicais poderão estar extintas dentro dos próximos 30 anos.”

Atualmente, fazer apenas “a nossa parte” já não é mais suficiente para ajudar a manutenção da biodiversidade, temos que conscientizar o maior número possível de pessoas sobre a responsabilidade do homem na preservação do planeta e também desencadear ações em conjunto, que deixem exemplos positivos para as próximas gerações. Por isso, comece a refletir sobre qual é seu papel nesse contexto e o que você e seus amigos podem fazer…

Hotspot

Você sabe que o é um Hotspot? Este é um conceito muito recente que foi criado pelo ecólogo inglês Norman Myers em 1988 com o intuito de preservar os animais, plantas e microorganismos, ou seja, preservar a Biodiversidade do planeta.

Norman Myers identificou que existem locais na terra aonde existe uma grande concentração tanto em quantidade com em variedade de espécies. Muito destes locais estão ameaçados devido a devastação do homem por isto é importante iniciar um trabalho de preservação nestes locais.

Um Hotspot é todo o local com alto nível de biodiversidade e com 75% ou mais da sua vegetação destruída. No Brasil temos dois Hotspots importantes a Mata Atlântica que apresenta hoje apenas 8% de sua mata original e o Cerrado.

Atualmente existem 34 regiões consideradas Hotspots ao redor do planeta. No continente americano temos: Mata Altantica, Cerrado, Floresta Chilena Valdiviana, Andes Tropicais, Tumbes-Choco-Magdalena, Mesoamérica, Provincia Floristica da California, Bosques-Madranos de Pino-Encino, Ilhas do Caribe.

Clique aqui para ter o mapa dos Hotspots americanos

Curiosidade

Você sabia que os animais também tem uma declaração que mostra seus direitos? Pois é verdade! A Declaração Universal dos Direitos dos Animais foi proclamada pela UNESCO em 27 de janeiro de 1978 e em seu Artigo I deixa bem claro que “todos os animais nascem iguais diante da vida e têm o mesmo direito à existência”.

Conheça a declaração na íntegra no site - http://www.apasfa.org/leis/declaracao.shtml