Cultura Popular

Cultura PopularA cultura representa o conjunto de comportamentos, costumes, crenças de um grupo social, representa, portanto a identidade desse grupo. Assim a cultura popular se manifesta através das danças, artesanato, cantorias, comidas, contas, lendas festas típicas, etc. No Brasil a cultura popular foi construída pelas contribuições das culturas indígena, africana e europeia, constituindo uma verdadeira diversidade.

Vamos conhecer alguns aspectos de nossa cultura:

O artesanato é um ponto característico de várias culturas e especialmente no Brasil é bastante rico. O artesanato é a arte e técnica do trabalho manual não industrializado, realizado por artesão. Citamos agora as principais expressões de nosso artesanato:

Cerâmica , que consiste em produzir peças com massa de argila queimada, sendo que em cada região há características diferenciadas. Na Ilha de Marajó – PA há produção de peças de cerâmica típicas chamadas de marajoaras.

Cestarias e trançados , que tem origem na cultura indígena e como matéria prima as fibras de determinadas palmeiras, como por exemplo o Buriti. Com habilidade manual excepcional para realizar os trançados, esses artesões produzem cestas, fruteiras e outros objetos de forma bastante criativa.

Pedra-sabão é uma pedra que tem como característica a facilidade de ser esculpida. Com essa pedra são feitos vários tipos de objetos decorativos, encontrados principalmente em Minas Gerais.

Rendas são típicas do artesanato do Ceará e Santa Catariana, fazendo parte do vestuário feminino, além das peças inigualáveis para cama e mesa.

Tecelagem é o forte da região nordeste com a produção de tapetes e da sul, especificamente no Rio Grande do Sul, com as mantas e ponchos característicos da região.

Passando para outro tipo de manifestação cultural popular, temos a literatura de cordel , que é uma modalidade de poesia impressa na forma de livreto, com figuras na capa geralmente na forma de xilogravura. Teve origem no Nordeste e a forma de apresentação é bem interessante, pois as obras são expostas em cordas, daí o nome “cordel”. A característica principal desse tipo de literatura é o linguajar despreocupado, regionalizado e informal.

 As festas típicas de cada região cria um calendário diversificado, com festas praticamente o ano todo…

  Bumba meu boi o ponto culminante dessa festa, típica da região norte, é a encenação da morte de um, representado por uma armadura e revestido por tecido enfeitado.

  Caboclo é a representação de danças dos índios brasileiros. A festa ocorre em Pernambuco e na Paraíba, no período do Carnaval.

  Cavalhada é uma festa típica em Minas Gerais e em Goiás, tem origem religiosa, com objetivo de lembrar os torneios e combates medievais.

  Pastoril é uma festa típica da região nordeste que ocorre na época do Natal com o objetivo encenar o momento em que o anjo anuncia aos pastores o nascimento de Jesus.

  Cordão dos bichos está presente nas festas juninas do Amazonas. Canta a história de um caçador que mata um bicho e é levado ao rei para receber uma sentença, que consiste justamente em ressuscitar o animal.

 As danças populares acompanham o calendário de festas das diversas regiões do Brasil.

  Samba de roda é variação do samba em que os dançarinos dançam numa roda ao som de músicas acompanhadas por palmas e cantos.

  Maracatu é um ritmo musical típico da região pernambucana. Reúne elementos culturais afro-brasileiros, indígenas e europeus. Possui uma forte característica religiosa. Os dançarinos representam personagens históricos (duques, duquesas, embaixadores, rei e rainha).

  Baião é o ritmo musical típico da região nordeste do Brasil. A dança ocorre em pares com movimentos parecidos com o do forró.

Coco é a dança de roda de origem africana, acompanhada de cantoria e realizada em pares, rodas ou fileiras. Há um canto improvisado por um solista, que representa o “tirador de coco” e os demais respondem com um refrão específico.

  Fandango tem influência europeia, é típica da região sul e se baseia na dança em roda e pares acompanhada por ritmo característico.

  Curiosidade

 A cultura popular também está relacionada com lendas locais, como é o caso da lenda do boto, típica da Amazônia e que conta sobre a transformação desse animal em um rapaz bonito, hábil dançarino, que conquista as mulheres para levá-las ao rio.