Família Real

Família Real

Mas… por que eles vieram para cá?

A instalação da família real portuguesa
no Brasil, há 200 anos, foi responsável
por uma transformação política no país.
Para o Rio de Janeiro, a herança foi
ainda maior. Quando o príncipe regente desembarcou no Rio de Janeiro, a cidade
já era a segunda mais rica do Império,
atrás apenas de Lisboa. Mesmo assim,
foi de uma hora para outra que ela
deixou de ser a capital de uma colônia
para se transformar na Corte do império português.

A prioridade de Portugal era manter suas colônias e a segurança do seu reino.
No início do século XIX Napoleão Bonaparte era imperador da França.
Ele queria conquistar toda a Europa e para tanto derrotou os exércitos de vários países. Mas não conseguiu vencer a marinha inglesa.
Nessa época, Portugal era governado pelo príncipe regente Dom João. Como Portugal era um antigo aliado da Inglaterra, Dom João ficou numa situação muito difícil: se fizesse o que Napoleão queria, os ingleses invadiriam o Brasil, pois estavam muito interessados no comércio brasileiro; se não o fizesse, os franceses invadiriam Portugal.

A solução que Dom João encontrou, com a ajuda dos aliados ingleses foi transferir a corte portuguesa para o Brasil. Em novembro de 1807, Dom João com toda a sua família e sua corte partiu para o Brasil sob a escolta da esquadra inglesa. 15 mil pessoas vieram para o Brasil em quatorze navios trazendo suas riquezas, documentos, bibliotecas, coleções de arte e tudo que puderam trazer. Quando o exército de Napoleão chegou em Lisboa, só encontrou um reino abandonado e pobre.

O Brasil ainda era uma colônia de Portugal. Tudo o que produzíamos era enviado à metrópole. Não podíamos fazer comércio com outros países, nem ter nossas próprias moedas, jornais e livros. Além do isolamento, faltavam boas estradas e moradia para a população.

O príncipe regente desembarcou em Salvador em 22 de janeiro de 1808. Ainda em Salvador Dom João abriu os portos do Brasil aos países amigos, permitindo que navios estrangeiros comercializassem livremente nos portos brasileiros. Essa medida foi de grande importância para a economia brasileira.

De Salvador, a comitiva partiu para o Rio de Janeiro, aonde chegou em 08 de março de 1808. O Rio de Janeiro tornou-se a sede da corte Portuguesa. Com a chegada da Família Real ao Brasil, novos tempos para a colônia!

Algumas curiosidades sobre a chegada da família real portuguesa ao Brasil!

  • Chegaram a Salvador depois de
    54 dias no mar.
  • Trouxeram louças, pratarias,
    móveis, obras de ate, até duas pequenas carruagens.
  • Criou três ministérios: o da Guerra
    e Estrangeiros, o da Marinha e o da Fazenda e Interior; instalou também os serviços auxiliares e indispensáveis ao funcionamento
    do governo, entre os quais o Banco do Brasil, a Casa da Moeda, a Junta Geral do Comércio e a Casa da Suplicação (Supremo Tribunal).
  • Dom João cria o Jardim de Aclimação, atual Jardim Botânico do Rio de Janeiro.
  • Criação da Escola Médica Cirúrgica de Salvador.
  • Construção de estradas; os portos foram melhorados.
  • Foram introduzidas no país novas espécies vegetais, como o chá.
  • Promoveu a vinda de colonos europeus.
  • A produção agrícola voltou a crescer. O açúcar e do algodão, passaram a ser primeiro e segundo lugar nas exportações, no início do século XIX.
  • Medidas de incentivo à cultura.