Festa Junina Brincadeiras e Comidas

Festa Junina Brincadeiras e Comidas

Festa Junina Brincadeiras e Comidas

Chegou a hora da festa! Vamos dançar quadrilha, montar a fogueira e comer os quitutes deliciosos, típicos das festas juninas!

Brincadeiras divertidas!

É muito divertido participar das brincadeiras tradicionais dessa época, pois, além de se divertir você também pode ganhar brindes, veja só… Conseguir subir em por um tronco alto, fino, sem galhos e totalmente escorregadio é realmente um desafio, mas no pau-de-sebo tudo vale a pena, pois um brinde muito interessante pode estar te esperando lá no alto! Você é um bom pescador? Que tal treinar na barraca da pescaria? Pode ser na água ou na areia, mas o sortudo é aquele que conseguir pescar o peixe que equivale ao melhor brinde!

No pula saci você e seus amigos podem fazer uma competição: trace várias retas no chão, de aproximadamente dois metros. Você e cada um de seus amigos ficarão alinhados em uma delas e, quando for dada a partida vocês devem seguir pulando na reta com um único pé, igual a um saci. Ganha quem chegar primeiro na ponta oposta!

Está paquerando alguém ou quer mandar uma mensagem para um amigo ou amiga? Para qualquer uma das opções a brincadeira mais indicada é o correio elegante: basta recortar corações, balões ou bandeirinhas em cartolinas coloridas e deixar um dos lados para escrever as mensagens, o outro lado você pode desenhar e pintar como quiser. Se você não se identificar vai ficar mais divertido, pois quem receber a mensagem deverá descobrir quem a enviou!

No jogo das argolas você primeiro deve escolher um brinde e depois basta acertar a argola correspondente a ele.

Para participar da corrida do amendoim você deve traçar uma linha no chão e você e seus amigos devem apanhar, com uma colher, um amendoim colocando a certa distância, e trazê-lo para a linha. Vence o primeiro que juntar cinco amendoins na linha sem que eles caiam da colher antes.

É hora dos quitutes!

Nas festas juninas não pode faltar as barracas de doces e comidas típicas. Hummm! É de dar água na boca!

Pamonhas quentinhas, doces ou salgadas… Alguns dizem que a pamonha tem origem na receita trazida por escravos africanos, outros dizem que foram os italianos que os responsáveis por conhecermos essa delícia, há ainda que m acredita que a receita é indígena, mas o que importa mesmo é que elas não podem faltar nessa ocasião!

O pé-de-moleque é um doce feito basicamente com amendoins e açúcar, mistura que combinou muito bem! O motivo para esse nome não é nada apetitoso: o motivo é que seu aspecto se assemelha aos pés dos moleques que ficavam andando descalços em chão de terra.

A canjica é favorita nessa ocasião, principalmente no nordeste, onde é tradição enfeitar a travessa principal com as iniciais do dono da casa usando canela.

Para adoçar ainda mais a festa não pode faltar o doce de leite feito em tabuleiro. É mais consistente e além do gostinho especial, derrete na boca!

É impossível esquecer da paçoca, doce preparado com amendoim, farinha de mandioca ou de milho, açúcar e sal, que delícia!

Os cartuchos com doces é uma tradição lá das Minas Gerais: primeiro os cartuchos são confeccionados com cartolina e decorados com papel crepom, seda ou celofane para dar um colorido especial à festa, e, depois de prontos são receados com doces variados, em especial aqueles que fazem mais sucesso entre as crianças como o pé-de-moleque, cocada, doce de abóbora e doce de leite.

Curiosidades:

Antigamente, se utilizava para a brincadeira do pau-de-sebo uma árvore de origem chinesa que dá frutos gordurosos. Ela era revestida de sebo e, em seu topo, se colocava uma nota de dinheiro que era o prêmio para quem conseguisse chegar até lá. (fonte: Guia dos Curiosos)