História do Chocolate

História do ChocolateFeito de cacau, planta nativa da América do Sul, essa delícia chamada chocolate , que conquista milhões de pessoas no mundo todo, tem uma longa história até chegar à variedade que conhecemos hoje.

Pelos registros históricos, parece que tudo começa por volta de 250-900 d.C. , no México, onde os maias utilizam cacau como oferenda aos deuses. Neste período a semente começa a ser processada, ou seja, depois de fermentada, passa por secagem, é tostada e moída e nesse ponto é obtida uma pasta, que é misturada a água, pimenta e farinha de milho. Esta é a primeira pasta de chocolate que se tem conhecimento.

Em 1400 a civilização Maia é dominada pelos Astecas, que também aderem ao cacau como alimento utilizado apenas pelos nobres como alimento para o deus Tenochitlán. É adoçada com mel e especiarias, ganha o nome de cacauhatl (água de cacau) ou xocoatl (água amarga).

Pouco mais a frente, em 1513 o cacau passa a ser utilizado como moeda entre maias e astecas. Os espanhóis dominam a América Central e também consideram que a planta tem valor, dessa forma em 1521 primeiro navio espanhol carregado de sementes de cacau chega à Europa.

Não demorou muito para que o chocolate conquistasse os corações e o paladar dos europeus e até que em 1600 , o chocolate quente vira sensação na Europa.

O chocolate sólido tem origem em 1828 , depois que o holandês Conrad Van Houten inventa uma máquina para extrair a manteiga do cacau. Aproveita também os componentes restantes, transformados em pó.

Em 1847 tem início a comercialização em longa escala da primeira barra de chocolate, produzida pela companhia inglesa J. S. Fry & Sons, localizada em Bristol. Somente em 1873 o ovo de Páscoa é criado pela indústria Fry’s Chocolate Cream Bar.

No Brasil, a primeira fábrica de chocolates surge em 1891 , fundada por imigrantes alemães no Rio Grande do Sul, a Neugebauer.

Já experimentou o chocolate Diamante Negros? Uma delícia, não? Seu primeiro exemplar é de 1938. O nome é uma homenagem ao artilheiro da seleção, o brasileiro Leônidas da Silva. Neste ano também são produzidos o bombom Sonho de Valsa e, quatro anos depois, o tão famoso Bis.

Em 1937 , início da Segunda Guerra Mundial, o poder energético e antidepressivo do chocolate já é reconhecido e os soldados do exército americano já tem o chocolate como componente da alimentação.

Tem início em 1941 a produção das primeira pastilhas de chocolate recobertas com uma camada de açúcar colorido. A pioneira foi a indústria Forrest Mars com o lançamento do M&M’s. Sim, aquele é M&M’s que você conhece! Essa indústria funciona até hoje e é a maior compradora de cacau do mundo!

A paixão das pessoas pelo chocolate chama a atenção da pesquisadora Chantal Fravre-Bismuth, que, em 1985 descobre que existem 17 substâncias em nosso organismo responsáveis pela vontade de comer chocolate.

Intensificam as pesquisas para conhecer os benefícios do chocolate e em 2005 , pesquisadores da Universidade Di L’ Aquila, na Itália, comprovam que o consumo de chocolate meio-amargo, com alto teor de flavonóides, poder de reduzir a pressão sanguínea em pessoas com hipertensão. É bom saber que, além de delicioso ele também faz bem à saúde!

Atualmente o chocolate ainda reina soberano entre os mais diversos povos e costumes. Seja em barra, líquido ou como simples complemento de um bolo, só de pensar já dá água na boca!

Marcas tradicionais

Algumas fábricas tornaram-se tradicionais na produção de chocolate:

Neugebauer: primeira fábrica de chocolate do Brasil, no início, utilizavam-se técnicas artesanais de produção. As máquinas só começaram a ser acionadas na década de 1920.

Lacta: foi pioneira na produção industrial de chocolate. A empresa utilizava equipamentos avançados para fabricar seus produtos, e deu início a essa prática no país.

Kopenhagen: a fábrica contava com várias máquinas para a produção de chocolates finos, bombons, ovos de Páscoa e até marzipan, um confeito feito de açúcar, amêndoa e ovos popular na Europa, mas até então desconhecido no Brasil.

Garoto: inicialmente dedicava-se à produção de balas, mas em 1934 começa a fabricação de chocolates e a utilização de equipamentos industriais permitiu que o chocolate fosse comercializado em outros estados.

Nestlé: fundada em 1866, na Suíça, e chegou ao Brasil em 1921, instalando-se em Araras, no estado de São Paulo. O primeiro produto a ser produzido aqui foi o leite condensado Moça. Os chocolates só começaram a ser fabricados em 1959.

Sönksen: famosa pela produção de balas e chocolates, essa marca dominou o mercado nacional por muitos anos. Seus produtos mais conhecidos eram as balas e o chocolate ao leite. Em 1983 essa fábrica abre falência e os deliciosos produtos saem do mercado.

Curiosidade

 

A fabricação de chocolate diet no Brasil começa em 1970 com a finalidade de atender às pessoas diabéticas, mas seu sabor era muito ruim e só melhora a partir da década seguinte, com a combinação de novas substâncias para adoçar o cacau.

Compartilhar: