Natal - Árvores de Natal

Árvore de Natal

Vai chegando o final de ano e as crianças já sabem que está perto do momento mágico de montar a árvore de Natal. Muito brilho e enfeites que deixam as casas e estabelecimentos cheios de luz e alegria.

Mas a árvore de Natal não representa somente um enfeite a mais nessa época do ano. Há todo um significado, que vem desde a antiguidade e que é bem interessante conhecer…

Antes mesmo de se tornar um símbolo de comemoração cristã, árvores enfeitadas eram usadas na Roma Antiga em honra a Saturno, Deus da agricultura, próximo ao mesmo mês de dezembro. Também os egípcios traziam galhos verdes de palmeiras para dentro de suas casas no dia mais curto do ano, que é em Dezembro, no hemisfério norte, como símbolo de triunfo da vida sobre a morte. Nas culturas célticas, havia o costume de decorar velhos carvalhos com maçãs douradas para festividades celebradas na mesma época do ano.

No que se refere à árvore de Natal, a primeira referência aparece no século XVI, mais especificamente em 1510, na Lituânia, período em que se popularizou pela Europa Central. Mas, estudiosos das tradições cristãs afirmam que foi Martinho Lutero (1483-1546), responsável pela reforma protestante, quem primeiro relacionou a árvore à simbologia cristã.

Sua inspiração veio após um passeio pela floresta, no inverno, numa noite de céu limpo e de estrelas brilhantes em que a neve caía sobre as árvores. Lutero quis representar a cena para sua família e enfeitou os galhos de uma árvore de sua residência com estrelas improvisadas, algodão, velas acesas e outros ornamentos.

Na América, a tradição chega primeiro aos Estados Unidos e em seguida espalha-se pelos demais países. No Brasil, as árvores estão presentes em diversos lugares na época natalina, pois, além de decorar, simbolizam paz, alegria e esperança.

Montar e desmontar

Esta chegando a hora de montar a árvore de Natal!

De acordo com a tradição católica, a árvore de Natal deve ser montada a partir do dia 30 de novembro, o começo do período do advento, que para os cristãos representa a chegada do menino Jesus e é comemorada quatro semanas antes do Natal.

Sua montagem deve ser aos poucos e os presentes em volta da árvore devem ser colocados somente na noite da véspera do Natal.

Em 6 de janeiro, que é o Dia de Reis, de acordo com esta tradição, é o dia de desmontar a árvore de Natal.

Simbologia

Cada enfeite que compõe a árvore de Natal tem uma simbologia específica: o pisca-pisca é um acessório que representa as estrelas, as bolas coloridas simbolizam os bons frutos, os minibonecos de Papai Noel representam a bondade e a ponteira, que pode ser feita de objetos em forma circular ou de estrela, representa a estrela guia, é a principal.

Essa combinação, com muita criatividade, tem gerado a construção de árvores maravilhosas ao redor do mundo.

Árvores espalhadas pelo mundo

Em todos os países há a tradição de montagem de árvores e enfeitar as casas na época do Natal. Mas, em algumas cidades do Brasil e do mundo, há árvores construídas em locais públicos que merecem destaque por serem tradicionais. As principais são:

No Brasil: árvore de Natal do Parque do Ibirapuera, em São Paulo; da Lagoa, no Rio de Janeiro; e de Belo Horizonte, em Minas Gerais.

E pelo mundo afora: árvore de Natal em Salerno, Itália; a maior árvore de Natal da Europa que fica em Lisboa, Portugal; de Paris e Estrasburgo, na França; da Trafalgar Square, em Londres; de Estocolmo, na Suécia entre outras.

Em muitas cidades do Brasil e do mundo também há a tradição de fazer concursos das casas com enfeites mais bonitos!

Curiosidades

Existe também outra lenda sobre a origem da árvore de Natal que remonta a São Bonifácio por ter salvo um príncipe que ia ser sacrificado num bosque de carvalhos por alguns druidas.

Ao derrubar a árvore onde o príncipe ia ser sacrificado, nasceu um pinheiro e, a partir de então, o pinheiro simbolizou a paz e passou a ser usado na época do Natal.

Dicas para o Professor

Que tal construir uma árvore de Natal para sua escola? Os alunos podem fazer isso de várias maneiras, inclusive com material reciclado. Além disso, podem fazer ao redor da árvore um painel contando a história de sua origem. Vai ficar bem bacana, não acha?

É interessante também fazer uma pesquisa através de fotos e histórico das principais árvores de Natal no Brasil e no mundo para localizar cidades, curiosidades e fatos interessantes. Expor o material na sala de aula pode ser uma referência para explorar a cultura de cada região.

Aproveite também as outras atividades de nosso site!

Compartilhar: